Câmera dos Deputados Mantem veto Presidencial

Antes de tudo vamos falar sobre o veto dos reajustes salario dos funcionários Públicos, logo depois de  ser votado no senado federal o veto presidencial.

Houve uma articulação politica para que o mesmo fosse mantido devido aos impactos que causaria na economia

O presifente mesmo disse em uma coletiva de imprensa que :

[bs-quote quote="Fica impossuível Governar o brasil se esse veto não form mantido " style="default" align="left" author_name="Jair Bossonario" author_job="Presidente do Brasil" author_avatar="https://36h.news/wp-content/uploads/2020/08/378-3780317_jair-bolsonaro-ciro-e-bolsonaro.jpg"][/bs-quote]

 

 

No entanto o mesmo foi mantido pela câmera dos Deputados nesta Quinta-feira (20).

A Proposta nao agradou a todos uma Deputada chamada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) falou que algumas das classes que ela representa ficaria sem o aumento necessário

“A saúde e a segurança pública são serviços públicos que atendem à maioria pobre do Estado”

A mesma afirmou que com o veto os prefeitos não poderiam contratar mais profissionais destas áreas.

E também falou que o presidente não tem compromisso com um povo que esta na linha de frente do combate ao corna virus.

Estas criticas foram compartilhada  com algum dos outros Deputados como  Perpétua Almeida (PCdoB-AC),Alessandro Molon (PSB-RJ),Carlos Zarattini (PT-SP) todos eles falaram sobre este assunto

André Figueiredo (PDT-CE), afirmou que vai permanecer “nas trincheiras para defender o servidor público”. “

 

A conta da pandemia não pode cair nas costas de quem trabalha para o bem do Brasil; tem que cair nas mãos dos banqueiros que, infelizmente, têm todas as benesses do governo federal”, condenou.

A suspensão de reajustes salariais até 2021 foi exigida pelo Poder Executivo em troca do socorro financeiro de R$ 125 bilhões aos entes federativos em razão da Covid-19.

0/5 (0 Reviews)